Projeto de marcenaria

Hoje em dia com os apartamentos cada vez menores, é fundamental termos um bom projeto de marcenaria, para garantir um melhor aproveitamento dos espaços.

Confira aqui algumas dicas de como garantir um bom projeto de marcenaria:

1. Nos quartos

Para ter um armário com bom aproveitamento, deixe o gaveteiro fora dos corpos fechados. além de tornar as partes internas maiores, essa configuração agiliza a troca de roupas diária, pois não será preciso abrir portas para acessar as gavetas. uma boa solução para os sapatos é destinar gavetas com espaçadores que funcionam como puxador e deixam os calçados sempre ventilados.

1sapatos

Portas com largura entre 30 e 40 cm têm boa abertura e roubam pouco espaço na circulação. Em ambientes de relaxamento, madeiras claras são bem-vindas.

decoração-de-quarto-04

Quanto às camas, a tendência são peças com cabeceira que se prolonga formando os criados-mudos.

quarto-18-cc-9q

2. Nos closets

O primeiro passo para dimensionar esse ambiente é listar a quantidade de roupas, bolsas e malas que serão guardadas e a maneira como as peças ficarão dispostas: penduradas ou dobradas. Com esse levantamento em mãos, não há desperdício de espaço e tudo ganha lugar adequado. além de nichos, distribua gavetas, com e sem divisórias internas. Corrediças telescópicas permitem que elas abram totalmente. Para dar privacidade ao closet, sugerimos isolar a área com portas de correr.

Closet1_0

3. Nos banheiros

Compensado naval e madeira teca nacional são materiais excelentes para bancadas de pia. Ambos resistentes a umidade, o primeiro pode ser revestido de laminado plástico, já a teca é bonita demais para ser escondida. Basta protegê-la com verniz impregnante.
Banheiros em Teca
Já para a confecção dos armários, MDF branco é uma opção econômica e prática e para deixá-los ventilados, faça rasgos como puxadores, sobre a bancada, os armários devem ter profundidade suficiente para não atrapalhar a abertura das torneiras e possuir prateleiras com alturas reguláveis, permitindo maior flexibilidade ao móvel.
 Gabinete-Banheiro-MDF-20150515102746
As portas podem ser o próprio espelho, que correm de um lado para o outro.
 932f8f38926f145534c76f7594e5f4ec

4. No living

Se há um elemento que traz vida, alegria e energia ao living, este sem dúvida é a cor. Aposte sem medo nela, porém com cautela. Como hoje você pode adorar o amarelo e daqui dois meses estar enjoada do tom, prefira colorir itens da decoração que são facilmente repostos, sairá bem mais barato trocar as capas das almofadas, do que o sofá, não é? Pintar a alvenaria também é um recurso prático e econômico. Numa tarde você troca a cor de uma parede e renova rapidamente o astral do ambiente.
75a601e773df6d5a1f741dde3f07709e
As estantes estão com tudo na decoração do living, mas por se tratar de uma peça volumosa, preste a atenção nestes conselhos. Procure fazer divisórias de diferentes alturas (de 30 a 45 cm aceitam qualquer tipo de livro) e deixe o móvel cerca de 20 cm suspenso do piso, acompanhando o rodapé do ambiente. Tudo isso ajuda a tornar o visual mais leve. Quanto a profundidade, 35 cm são suficientes. Os modelos fixos na parede tendem a ficar mais elegantes quando possuem fundo. Já estantes soltas, podem ser vazadas, assim, sempre que a cor da parede mudar elas ganham nova aparência.
Estantes-dão-charme-ao-ambiente 
cj709_antoniollo_5estantes
Espero que tenha gostado!
Abraços,
Ana Luiza Florez. 
Comments : 0

Leave a Reply

*

captcha *

WordPress spam blocked by CleanTalk.